Mulher queimada até à morte na Índia por antigo colega de trabalho

Vítima estaria a ser perseguida pelo atacante há algum tempo.

Uma mulher foi queimada até à morte depois de discutir com um antigo colega de trabalho. O atacante foi detido na cidade de Hyderabad, na Índia.

Conta a BBC que Sandhya Rani, de 25 anos, estava a caminho de casa quando foi atacada. Karthik Vanga, de 28 anos, terá regado a mulher com petróleo e depois pegou-lhe fogo. O óbito foi declarado no local.

Segundo várias testemunhas, Sandhya e Karthik foram colegas de trabalho e tinham sido vistos a discutir antes do momento do crime. Além disso, suspeita-se que os dois possam ter tido uma relação amorosa, com o homem a perseguir a mulher há algum tempo, com pedidos de casamento.

Este é mais um dos frequentes casos de violência contra as mulheres na Índia. De acordo com as autoridades indianas, há centenas de ataques com recurso a ácidos contra mulheres por ano, a maior parte cometida pelos próprios maridos ou então por predadores sexuais.

 

Fonte: Notícias ao Minuto

Categorias: DESTAQUE,Internacional

Tags:

Leave A Reply

Your email address will not be published.