“Sem jovens e com uma dívida acumulada, qual é o futuro deste país?”

mensagem de Natal de António Costa gerou críticas por parte da oposição, mas, de uma forma geral, merece os elogios de Miguel Sousa Tavares. Na intervenção do primeiro-ministro, o comentador destaca a prioridade dada à criação de emprego.

“Por uma vez vejo um primeiro-ministro a dizer que a prioridade é dar emprego a quem o perdeu, nomeadamente aos mais jovens. E não dar apenas emprego, mas sim criar mais e melhor emprego, para que os jovens não tenham de voltar a sair de Portugal e para que os que saíram voltem para Portugal”, disse no seu espaço de comentário semanal na SIC Notícias.

Miguel Sousa Tavares afirmou que é “fundamental mobilizar o país todo para a prioridade número que é acudir aqueles que tiveram de ir embora, porque não tinham condições para viver em Portugal. Sem jovens e com uma dívida acumulada qual é que é o futuro deste país?”.

Na mensagem de Natal, António Costa não esqueceu a tragédia dos incêndios e apontou soluções para que não se repitam os erros do passado.

“Ter políticas para a ocupação do Interior e ter uma política séria de ordenamento florestal. É bom que o primeiro-ministro reconheça publicamente que temos uma política de ordenamento florestal errada e que é causa direta do problema dos incêndios e que reconheça também que se tem de prestar atenção ao despovoamento do interior, que também foi algo que contribuiu para os incêndios”, disse Miguel Sousa Tavares.

Categorias: DESTAQUE,Portugal

Leave A Reply

Your email address will not be published.